Close
Pré-agendar consulta

Agende sua consulta: 16 3285.1816

Acupuntura

A Acupuntura é uma parte importante do grande tesouro da Medicina Tradicional Chinesa. A palavra deriva do latim (acus) agulha e punctura (punção). É um método terapêutico, que consiste na punção com pequenas e sólidas agulhas, em pontos específicos do corpo para melhorar a saúde, diminuir a dor ou modificar o estado geral do paciente.

Visorium - Acupuntura

É uma terapia que estimula o próprio organismo a melhorar seu funcionamento e o leva à homeostase (equilíbrio) através de aplicação de agulhas em pontos específicos no corpo (chamados de meridianos).

Criada há mais de dois milênios, a Acupuntura é um dos tratamentos médicos mais antigos do mundo. De acordo com a tradição chinesa, a técnica é capaz de ajustar canais energéticos do corpo, chamados na Acupuntura de meridianos, de acordo com equilíbrio de yin e yang.

O diagnóstico é feito após o questionamento de diferentes aspectos da vida do paciente e a observação de manifestações físicas como a pulsação, a respiração, cor e aspecto da pele e da língua. Assim que o problema é identificado, o paciente pode ter alguns de seus mais de mil pontos de Acupuntura estimulados em diversas e frequentes sessões.

Para que serve?

A Acupuntura busca a recuperação do organismo como um todo pela indução de processos regenerativos, normalização das funções alteradas, reforço do sistema imunológico e controle da dor. Também é benéfico à indivíduos com problemas gastrointestinais, respiratórios, musculares, urológicos, endocrinológicos, psicológicos e neurológicos, ginecológicos e até mesmo dermatológicos.

É especialmente indicada para a redução da dor em casos de fibromialgia e dores localizadas nas costas, tratamento de náuseas e vômitos em pacientes que se submetem a quimioterapias ou cirurgias, e diminuição da tensão emocional.

Vários estudos já comprovaram cientificamente a eficácia da Acupuntura na prevenção e tratamento das dores de cabeça e crises de enxaqueca. Nos casos de cefaleia, as técnicas da Medicina Tradicional Chinesa produzem efeito analgésico, anti-inflamatório e relaxante muscular.

Onde ela pode atuar?

Dores de cabeça: A Acupuntura produz um feito anti-inflamatório, analgésico e atua como um relaxante muscular, aliviando tanto a cefaleia como a enxaqueca crônica. É capaz de promover o alívio imediato da dor e, mais importante ainda, tratar suas causas.

Ansiedade e sintomas de Depressão: A ajuda a melhorar alguns transtornos emocionais porque trabalha alguns pontos relacionados à produção de hormônios do bem estar, como a endorfina e a serotonina, dispersando a ansiedade e as tensões através do equilíbrio das energias do corpo. A técnica também leva ao relaxamento e a um equilíbrio no fluxo de energia, o que diminui a ansiedade e melhora alguns dos sintomas relacionados à depressão.

Lombalgias e Ciatalgias: As dores lombares ainda são o motivo principal que leva as pessoas a procurarem um acupunturista, o que faz sentido quando pesquisas afirmam que de 70 a 85% da população terá pelo menos um episódio de dor nas costas durante a vida. O uso da Acupuntura para tratar a dor lombar é bastante documentado na literatura científica, sobretudo para tratar a dor crônica, que é definida como a dor que persiste por mais de três meses. Um estudo publicado recentemente na Archives of Internal Medicine demonstrou que voluntários que receberam o tratamento com agulhas tiveram uma melhora de 15% nos seus sintomas em relação àqueles que somente receberam medicamento e tratamento com quiropraxia.

Sintomas da Menopausa: A diminuição dos níveis de estrogênio é a responsável pelos calorões que incomodam muito as mulheres na fase da menopausa. Se você está passando por isso, saiba que as agulhas podem aliviar este indesejado sintoma da idade. A Acupuntura tem um efeito sobre as estruturas do cérebro que coordenam as funções hormonais. Ao estimulá-las, a terapia não só combate os fogachos como melhora a ansiedade, o sono e a secura vaginal.

Elimina vícios: Para quem deseja abandonar o hábito de fumar, a Acupuntura pode ajudar a aliviar os sintomas que normalmente seguem à abstinência da nicotina, como ansiedade e insônia, lembrando que as agulhas estimulam a produção de endorfina, serotonina e dopamina (hormônios do prazer e do bem-estar). Em geral, o tratamento através da Acupuntura para tabagismo, álcool e algumas drogas mostra-se eficaz.

Sintomas da TPM: Ajuda no alívio de cólicas, retenção de líquidos, dores de cabeça e nervosismo. Para as mulheres que sofrem com estes sintomas durante o período pré-menstrual, a Acupuntura pode ser de grande auxílio, pois ajuda a regular o sistema nervoso e endócrino, além de melhorar o funcionamento do fígado, todos eles ligados à TPM.

Emagrecimento: A Acupuntura ajuda a emagrecer porque trabalha os pontos e órgãos que estão relacionados direta ou indiretamente ao controle da fome, compulsão alimentar, equilíbrio hormonal e até mesmo aos níveis de glicose no sangue. Pode funcionar como uma terapia complementar ao seu programa de perda de peso, mas para surtir o efeito permanente desejado ela deve estar acompanhada de mudanças nos hábitos alimentares e da prática regular de atividade física.

Redução do Estresse: Embora seja comum passar por algumas situações estressantes ao longo da vida, o estresse crônico pode levar a uma série de complicações, entre elas problemas cardíacos, depressão e até mesmo o sobrepeso. Sim, o estresse engorda, e em grande parte isso se deve a um aumento na produção de cortisol, um dos hormônios que pode causar acúmulo de gordura. Estudos recentes têm demonstrado que a Acupuntura é eficiente neste tratamento porque tem a capacidade de bloquear a produção de hormônios liberados em situações estressantes, como por exemplo o cortisol.

Reduz os efeitos colaterais da Quimioterapia: Alguns dos sintomas associados ao tratamento do câncer com quimioterapia, como febre, náuseas, depressão, boca seca, constipação, diarreia e suor noturno, podem ser minimizados com sessões paralelas de Acupuntura.

Por fim, é importante ressaltar que, em muitos casos, só a utilização da Acupuntura não é suficiente para resolver os problemas e, nas doenças mais graves, a técnica precisará ser aliada a um tratamento convencional.